Recent Changes - Search:

Portal Rádio Livre


Encontros de Rádios Livres


Próximo Encontro


Encontros Passados:


Sobre o Wiki


Copyright (c) Rizoma de Rádios Livres

editar

.

FestivalIntergalactico

Festival Intergaláctico

(site do festival)

Comunica-Ações & Res(-ex)istências

9 a 17 de outubro de 2010

Para ajudar a editar esta wiki e participar da organização colaborativa deste e de outros Intergaláticos (você pode participar deste presencialmente ou à distância ou fazer um intergalático em sua cidade) entre em contato conosco através da lista de e-mail vialactea em lists.riseup.net

Eventos entrelaçados:

  • Arrastão de rádios livres e comunitárias
  • Festival de RádioDifusão
  • Encontro de Rádios Livres
  • Comunicando Retalhos
  • Flor da Palavra - 100 anos da Revolução Mexicana

Texto de Apresentação (coloque aqui os pontos que você acha que precisam ser acrescentados ao texto)

Festival Intergalático: comunicações e resistências

A redução dos direitos sociais gera a desunião e o sentimento de insegurança. Na busca de explicações para a precarização de suas vidas, os grupos buscam culpados entre outros grupos, e na dança das cadeiras acabam ficando para fora os mais fracos e incômodos. São criminalizados os pobres e os movimentos sociais. Levantam-se comunidades fortificadas, muros em universidades, cercos policiais, gerando mais e mais insegurança e desunião. A repressão garante o avanço do capitalismo mesquinho e da injustiça. Os meios de difusão de massa aumentam suas audiências inflacionando imagens de preconceito e clamando por violêcia e segregação. Mesmo em cada grupos cada vez se consegue menos conviver e dialogar. É uma crise geral de comunicação!

Mas assim como as flores nascem apesar dos asfaltos, em meio à cultura do medo também renasce o desejo de viver e fazer viver, de confiar e querer conhecer os outros e outras, de tecer coletivamente laços de diálogo e solidariedade, construir juntos a cidade, o campo e a floresta. Em todas partes brotam corajens, lembram-se as tradições, reinventam-se os mundos que querem viver em paz e juntos com os outros mundos. Para vencermos o medo, as injustiças, o esquecimento, a mordaça imposta à maioria das bocas, pés e mãos, lançamos um grito! O convite para nos reunirmos como mulheres grávidas tricotando na tecedura de nossas histórias, lutas, e retalhos. O Festival Intergalático não tem fronteiras na busca de encontros... de um mundo de perguntas... quem somos? Em que mundos estamos? De onde vêm os nossos sonhos? Como podemos lutar juntos?

Arrastão de Rádios Livres

As rádios livres são o exemplo prático de que é fácil, barato e divertido cultivar relações de comunicação horizontais localmente. Com a internet, tornou-se fácil e barato também colocar em comunicação horizontal rádios livres de diversos lugares do planeta. A possibilidade técnica, porém, não quer dizer que o sonho se tornará uma realidade. Parte deste sonho começou a ser construído no Brasil através do portal das rádios livres www.radiolivre.org, que permite a publicação aberta aos seus programadores e a transmissão das rádios pela internet.

Para promover a comunicação horizontal entre as rádios livres, com retransmissões em rede mas sem um centro (todas as rádios podem transmitir e retransmitir livremente), surgiu a tática do "Arrastão de Rádios Livres": marca-se um dia para que diversas rádios troquem suas transmissões de forma organizada. A primeira vez que isso aconteceu foi em Goiânia, em 2005. Em agosto de 2006, com o nome de "Ação Rizomática de Rádios Livres", aconteceu novamente a partir da Flor da Palavra realizada na rádio Muda em Campinas, desta vez com alcance continental: além de rádios brasileiras, houve a participação da rádio Zapote e do Centro de Medios Libres, ambos do México.

Encontro de Rádios Livres

O movimento de rádios livres explodiu no Brasil nos anos 80. Nos anos 90, o nome "rádio livre" estava desgastado, pois qualquer experiência de pequena rádio comercial ou evangélica sem concessão considerava-se uma rádio livre. A lógica de buscar uma ampla base social para buscar poder político e mudanças na lei contribuiu para isto. Uma das conseqüências foi a adoção do nome "rádio comunitária" para a idealização de um modelo democrático de rádio a ser legalizado: o modelo inspirou-se ainda na estrutura dos sindicatos, distante da realidade das rádios livres e vulnerável a manipulações políticas. A lei de rádios comunitárias aprovada em 1996 acabou por se tornar um instrumento mais eficaz para manter as atuais estruturas comerciais e autoritárias de comunicação, uma vez que as rádios dependem de alianças políticas para ganharem concessão.

A partir de discussões realizadas nas reuniões do Fórum Social Mundial a partir de 2001, e dos Encontros de Rádios Livres, iniciados em São Carlos em 2002, começou a se tornar realidade o Rizoma de Rádios Livres. Formado inicialmente por rádios livres remanescentes dos anos 80 e que mantinham a proposta libertária original de quase irrestrita liberdade de expressão, gestão coletiva e aberta, e autonomia em relação ao mercado e ao Estado, o Rizoma rapidamente ganhou impulso ao semear novas rádios através de oficinas de rádios livres e ao aproximar-se e, em parte, fundir-se com o Centro de Mídia Independente (rede indymedia) e a proliferação de novos coletivos de mídia libertários que acompanhava o movimento anticapitalista e suas ações globais no começo dos anos 00. Como o próprio nome diz, o "Rizoma" não tem um começo, não tem um único fim e experimenta diversos tipos de ação na tecedura da comunicação radiofônica horizontal. O Encontro de Rádios Livres não tem uma periodicidade e abrangência fixas, e evita o termo "nacional", pois não tem fronteiras.

Flor da Palavra

A Flor da Palavra é uma rede de comunicação e solidariedade inspirada na "Internacional da Esperança" proposta no Encontro Intergalático de 1996, realizado em Chiapas, México. O levante indígena zapatista de 1994 em Chiapas inspirou ativistas de todo o mundo. Para os zapatistas, a transformação social ocorre como fruto da ação de uma grande diversidade de grupos sociais agindo em diversos meios, com distintas estratégias e ideologias. A mudança social exige a união na diversidade, a confluência de diversos projetos políticos não excludentes ou em competição entre si, mas que se desenvolvem e se fortalecem no diálogo horizontal. Tomar o poder do Estado é inútil, sendo necessário o cultivo das autonomias locais através de projetos produtivos, de comunicação, de educação, saúde, etc. Frente ao capitalismo e o Estado, é necessário unir as diversas autonomias, cultivando-se relações de comunicação e solidariedade.

A luta em inspirada no indígenas maias de Chiapas logo repercutiu em todo mundo. Pela primeira vez um povo indígena tornava-se o principal referencial para ativistas e militantes desejosos de combater o capitalismo. 1996, cerca de 3 mil ativistas do mais diversos grupos políticos de esquerda do mundo reuniram-se com os zapatistas e os mexicanos na Selva Lacandona de Chiapas no I Encontro Intercontinental Pela Humanidade e Contra o Neoliberalismo, que ficou conhecido carinhosamente como o I Intergalático. O livre e horizontal debate entre as forças políticas presentes ajudou a catalisar o processo de formação do movimento anticapitalista e suas ações globais, bem como do posterior Fórum Social Mundial, que assimilou vários aspectos de sua forma de organização. A principal proposta do I Intergalático foi a formação da Internacional da Esperança que, ao contrário das antigas internacionais socialistas, deveria fazer-se através do cultivo de relações horizontais de comunicação e solidariedade. A Flor da Palavra tenta promover, a partir do Brasil, estas relações de comunicação e solidariedade.

Comunicando Retalhos

Desde 2009, diversos movimentos autônomos e populares do Rio de Janeiro começaram a se encontrar com o desejo de discutir a realidade da cidade do capitalismo. Estavam sentindo as medidas excludentes e repressivas das novas políticas de desenvolvimento urbano e de segurança pública, e também o cansaço em relação à politicagem e ao autoritarismo das formas mais institucionais e verticais de militância política. Num encontro que chamou-se "Reunindo Retalhos", realizado em agosto, ao invés de se debater a conjuntura acabou-se por buscar um maior intercâmbio e união horizontal entre os diversos grupos: iniciou-se um processo de conhecerem-se melhor entre si e de buscar formas de luta conjunta. Os grupos e ativistas formaram quatro Grupos de Trabalho para organizar este processo: Economia Solidária, Moradia, Transporte e Comunicação. O Comunicando Retalhos será o Encontro de Comunicadores Populares do Rio de Janeiro, de modo a integrar horizontalmente diversas formas de mídia livre, comunitária e popular na luta da rede Reunindo Retalhos. O primeiro Comunicando Retalhos ocorrerá no dia 29 de agosto. O segundo vai ser junto com os demais eventos do Festival Intergalático.

Debates / Conversas - entre todos os coletivos e redes autonomistas presentes

  1. Espectro Livre/ Zona Autonoma Sem Fio
  2. Tvs Livre (convidar a antena negra de BsAs e a Piolho)
  3. Revoluções da América Latina (responsável: rede Flor da Palavra)
    Debatedores:
    Handerson - Revolução do Haiti e o movimento negro
    Ângela - Conflitos da Colômbia e direitos humanos
    Rodrigo - Povos indígenas: a sociedade contra o Estado
  4. 100 anos da Revolução Mexicana (responsável: rede Flor da Palavra)
    Fábio Souza - Revolução política ou revolução social?
    Alexandre - Flores Magon
  5. Novas maneiras de lutar e criar (responsável: rede Flor da Palavra)
  • EZLN ?
  • Oaxaca ?
  • Piqueteros -
  • AGP - Pablo Ortellado
  • CGA - a definir
  • Reunindo Retalhos?

Encontro de Rádios Livres

Quem vem? (confirme aqui sua presença - importante para providenciarmos alojamento)

Rádio Pulga (Rio)
Rádio Interferência (Rio)
Rádio Tarrafa (Floripa - verificar quantas pessoas)
Rádio Xibé (Tefé - quantidade a confirmar)

O que precisamos debater? (complemente...)

- rádio digital- Conteúdo das rádios comunitárias - criação de web rádio como uma das alternativas para comunicação comunitária

Oficinas - entre todos os coletivos e redes autonomistas presentes

Transmitindo e Recebendo em DRM (Digital Radio Mondiale)?confirmar com o Juba
Transmissão de rádio e tv via internet (streaming)
Rádio Amador
Construção de Transmissores
Estúdios Livres (laboratórios abertos para pessoas criarem conteudos radiofonicos/oficinas de áudio em software livre) (Adriano)
Receptores dos Satélites Bolinha

O site do Festival vai ter uma sessão para subir e compartilhar áudios. Ajude a definir as categorias dos áudios:

Áudio - Documentário
Áudio p/ crianças
Áudio Culinária
Áudio de rádio Livre
Áudio de rádio comunitária
Áudio de Rádio arte
Áudio de movimentos populares
Áudio ambientalista
Áudio de notícia
Áudio educativo
Áudio eletroacústico
Áudio musical
Áudio de contos e poesias ?????

Transmissão/ Arrastão de rádios livres e comunitárias

Coloque aqui o programa/ evento a ser realizado em outra cidade e retransmitido no Rio de Janeiro nos horários de 12h às 14h

Rádios que vão realizar retransmissões do Festival Intergalático / Arrastão de rádios livres e comunitárias

Confirmadas:
Radiolivre.org
Pulga
Web Rádio Paraíso (São Gonçalo)

Não confirmadas (sugestões - além de sugerir, ajude a fazer o contato e convidar):
TV Piolho
Muda
Interferencia
Radio Kaxinawa (Caxias)
AudioAtivo Jana
Xibé
Rádio Legalize
Manque (a ver)
Coletivo Rádio Tarrafa (a ver)
Rádio Zapote (a ver)

Idéias sem responsável - coloque aqui as propostas de atividade que não tem ninguém ainda comprometido a organizar

Debate sobre transformação estrutural da mídia como alternativa à sociedade policial
Debate sobre rádio livre e democratização da universidade (rádio livres, comunitárias e movimentos sociais: dificuldades de contato)
Oficina de Rádio arte/ experimental

Espaços

EspaçoEstruturaContato
Pontão da ECOConexão Rápida Internet, Telefone, Auditório 100 pessoas, Lab. com Software Livre, Projetor,djahjah, sara, jana, adriano
Rádio Pulga -IFCSRádio, Auditório, Internet?rodrigo, samuca, paula
Sindicato dos PetroleirosAuditório, equipamentos, apoios diversosAlexandre do MTD
  

Programação

Dia91011121314151617
Hora/ Espaço?SindPetroRádio Pulga /IFCS??????
10h/12h??Oficina de rádio e tv via internet (streaming)??????
12h/14hAlmoço e retrasmissões de foraAlmoço e retransmissões de foraAlmoço e retransmissões de foraAlmoço e retransmissões de fora?????
14h/16hFP - Debate Revoluções da América LatinaFP - Debate Revolução Mexicana 100 anosrádio livres, comunitárias e movimentos sociais: dificuldades de contatoFP - Debate - Novas maneiras de lutar e criar?????
16h/18h??Tvs Livre (convidar a antena negra de BsAs e a Piolho)??????
18h/20h??Transmitindo e Recebendo em DRM (Digital Radio Mondiale)confirmar com o juba??????
20h/22h??programa coletivo na Pulga??????
Edit - History - Print - Recent Changes - Search
Page last modified on July 14, 2010, at 10:38 PM